A transformação que os olhos não vêem

Nem tudo se mede com números. Muita coisa, aliás, só pode ser medida através de uma observação cuidadosa e sensível. Quando falamos em transformação do espaço público, não falamos necessariamente no ato absoluto de instalar um jardim e uma mobília numa praça. Ou no plantio de um certo número de árvores em um canteiro central. Falamos, isso sim, na mudança…

Mapeamento afetivo: Em Itapuã, uma praça é mantida através de rifas

Acompanhe o novo espaço da série Mapeamento Afetivo de áreas verdes transformadas e criadas por moradores e moradoras da cidade de Salvador. Trata-se de uma iniciativa dos Canteiros Coletivos, com a proposta de partilhar estratégias locais de ocupação criativa de áreas públicas e de inspirar as pessoas a fazer o  mesmo próximo de casa ou do trabalho. O levantamento inicial está sendo realizado…

Dia do Meio Ambiente: motivos para celebrar

Acordei nesta terça-feira chuvosa com um sopro de felicidade. E confesso, foi recebido pelo celular. Acessei a internet antes mesmo de sair da cama (um dos males do nosso tempo). Por sorte, deparei com o comentário de uma querida amiga que me marcou em um post dizendo “Débora, lembrei logo de você! <3”. Tratava-se de uma reportagem da BBC Brasil…