Canteiros Coletivos desenvolve o segundo módulo da oficina de Jardinagem e Arte-Reciclagem para pessoas em situação de rua

Iniciamos em abril o segundo módulo da oficina de Jardinagem e Arte-reciclagem para pessoas em situação de rua atendidas pelo Programa Corra pro Abraço, da Secretaria de Justiça e Direitos Humanos e Desenvolvimento Social do Estado da Bahia (SJDHDS). O Corra, como carinhosamente é chamado, é uma iniciativa dedicada à redução de danos e promoção de direitos de pessoas que fazem uso abusivo de drogas e estão em contextos de vulnerabilidade. E está entre um dos programas exemplares nesse campo de atuação em nosso país.

Nesta segunda etapa, a oficina conta com 11 encontros e inclui noções de paisagismo, jardinagem e decoração, jardim vertical, mini-jardim e vermicompostagem. os primeiros encontros da jardinagem foram desenvolvidos no espaço do Colégio Central e a instalação dos participantes já pode ser conferida ao lado da portaria. Na parte de arte, foi iniciada a montagem do jardim vertical que será instalado na sede do Corra, no Jardim Baiano.

A proposta de compartilhar experiências de novos significados com o espaço público e com os resíduos passíveis de reciclagem a partir do contato com pessoas que vivem na marginalidade, e que justamente por isso usam mais os espaços públicos e dão mais atenção aos resíduos, é de uma importância indescritível. Com esse curso, levamos aos assistidos pelo Corra uma nova forma de ver seu contexto na cidade, e absorvemos deles experiências de resiliência e superação.

No primeiro módulo, com 16 encontros realizados de agosto a outubro de 2017, o grupo desenvolveu gotejadores, kits de plantio e jardineiras a partir da reutilização de garrafas pet, caixas tetrapark e caixotes de feira. O objetivo é que os participantes produzam peças ou desenvolvam serviços a partir de matérias-primas gratuitas ou muito acessíveis, e que a partir desses conhecimentos possam criar novas formas de geração de renda.