A iniciativa Parques em Conexão propõe fortalecer informações e ocupação de seis grandes parques de Salvador

Em tempos e pandemia e crise climática, é urgente reconhecer a importância do ecossistema das florestas urbanas para a saúde ambiental da cidade. Para isso, é importante também que as gestões municipais ouçam as iniciativas da sociedade civil em prol da conservação e ocupação sustentável dessas áreas, garantindo que essas propostas sejam traduzidas em políticas públicas. Na última quarta-feira (8), fizemos uma entrevista sobre a iniciativa cidadã Parques em Conexão, que une movimentos de conservação de seis parques de Salvador para fortalecer a defesa dessas áreas verdes e chamar a sociedade para se engajar nessa luta. E já que a pauta é “a união faz a força”, aproveitamos para debater também sobre propostas de conexão entre os fragmentos florestais da cidade através de corredores ecológicos. Participaram conosco as convidadas Samile Leal, uma das idealizadoras do Parques em Conexão, e Tatiana Bichara, bióloga, ativista do @sosvaleencantado e diretora do @imaterra.ong para um bate-papo sobre a iniciativa. A conversa faz parte do projeto Emergência Climática em Salvador, realizado pelo @canteiroscoletivos em parceria com o @gambabahia e com a Convergência pelo Clima, e tem apoio do @fundocasasocioambiental. Confira abaixo a entrevista na íntegra: