Intercâmbio Casa Cidades promove em Salvador trocas de saberes sobre ocupação e transformação de espaços públicos

Nossa primeira semana de agosto foi muito intensa. Recebemos a visita de Marcella Arruda, arquiteta e urbanista da organização A Cidade Precisa de Você, de São Paulo, e Lorena Portela, engenheira ambiental da iniciativa Horta Inteligente, do Rio de janeiro, para realizar o Intercâmbio do Programa Casa Cidades, através do qual visitamos todas os jardins das escolas participantes do projeto Escola Verde com Afeto, cujos espaços eram pontos de lixo e foram transformados pela comunidade local no segundo semestre de 2018, e para fechar esse lindo encontro, realizamos juntas o workshop Cidade Educadora, na última quinta-feira (08/08), no Parque da Cidade, como forma de trocar experiências de ocupação e transformação de espaços públicos e de convívio com educadores, professores, universitários e toda sorte de cidadão interessado em se apropriar de forma criativa da cidade.

O saldo do encontro foi positivíssimo. Marcella e Lorena ouviram de cada escola histórias de superação e orgulho, e uma lista de benefícios trazidos pela transformação de pontos viciados de lixo há pelo menos 20 anos em jardins com paineis artísticos. Em cada bairro, narrativas de moradores, estudantes, professoras, comerciantes, agentes de limpeza, relatam a diminuição de incidência de viroses nas crianças, o conforto estético, elogios ao jardim, contribuições anônimas com plantas e adubos que aparecem nos jardins, sensação de bem-estar dentro das escolas (que agora não enfrentam mais o cheiro de chorume), mais segurança aos estudantes (que agora podem andar nas calçadas), entre outros aspectos que tornam uma transformação que parece tão simples em uma ação que pode se tornar uma política pública, e beneficiar tantos outros cantinhos de nossas cidades.

O intercâmbio convergiu no Workshop Cidade Educadora, realizado na última quinta-feira, 8 de agosto, no Parque da Cidade, em que Marcella Arruda compartilhou informações sobre o Direito à Cidade a partir de experiências do Instituto A Cidade Precisa de Você, especialmente no que diz respeito ao planejamento coletivo da transformação de um parque linear na periferia paulistana, Débora Didonê, dos Canteiros Coletivos, falou de Articulação Comunitária a partir das experiências adquiridas em sete anos de ações no meio urbano, e na própria trajetória do projeto Escola Verde com Afeto, que conectou de maneira harmônica e enriquecedora os fazeres da sociedade civil, da gestão pública e das empresas, e por fim, Lorena Portela realizou ao ar livre a prática das bombas de sementes como uma forma de demonstrar o conceito da agroecologia, que preza pela disseminação de hábitos indígenas e quilombolas de plantio, valorizando um plantio diverso, a preservação do solo e das floretas, e o reconhecimento do ciclo do ecossistema no cultivo de alimentos. Estiveram presentes no Workshop Dona Maria e Dona Raimunda, cuidadoras do jardim localizado em frente ao Colégio Estadual Norma Ribeiro, no Arenoso, representantes das secretarias municipal e estadual de Educação, além de professores, educadores, universitários, e cidadãos curiosos por experiências de transformação urbana.

O encontro foi promovido pelo Programa Casa Cidades, do Fundo Socioambiental Casa, com apoio do Fundo Socioambiental Caixa e da Fundação Oak, e teve parceria da organização sem fins lucrativos Motirô, da Secretaria de Sustentabilidade, Inovação e Resiliência (Secis), da Secretaria Municipal de Educação (Smed), da Secretaria Estadual de Educação da Bahia, e do Parque Social.