Live Roda de Conversa Racismo Ambiental e Clima em Salvador, nesta sexta (28)

Fala-se diariamente, e com muito mais intensidade após o início da pandemia, no termo racismo estrutural. Está escrachado o cenário de faltas ao qual populações negras continuam expostas após 130 anos da abolição da escravidão. Diante de um cenário de isolamento, são elas que lidam com o aumento do desemprego, a diminuição severa da renda, o transporte urbano escasso, as escolas paradas e os filhos em casa – para muitas mães chefes de família cuidarem enquanto precisam continuar trabalhando. São as populações com menos acesso ao saneamento, com menos ou quase nenhuma condição de se isolar, com moradias precárias e alimentação baseada em ultraprocessados, sem contar as inúmeras violências sofridas. Mas além disso, há também uma questão que se destaca nesse momento em que fica cada vez mais difícil negar a crise climática: o Racismo Ambiental. São também as populações que vivem nas encostas, em ocupações irregulares ou invasões, que estão sujeitas a deslizamentos e alagamentos, à precariedade da coleta de resíduos urbana, e às cada vez mais escassas condições de realizar atividades de pesca – uma realidade cultural da capital baiana. Para trazer à tona esses conceitos e compreender caminhos possíveis de se enfrentar esse descompasso social também refletido pelo desequilíbrio ambiental, faremos nesta sexta-feira, 28 de agosto, às 10h, a Live Roda de Conversa Racismo Ambiental e Clima em Salvador, no Canal do Youtube do Canteiros Coletivos (o link estará na bio), com convidadas especiais, militantes de diferentes movimentos por direitos humanos e à cidade, e que trarão suas experiências de luta e seus anseios de uma gestão municipal politicamente engajada em mitigar esses problemas, a caminho de uma sociedade mais justa. A iniciativa faz parte do projeto Emergência Climática em Salvador, realizado pelo @canteiroscoletivos em parceria com o @gambahahia, e com apoio do @fundosocioambientalcasa. Programe-se, compartilhe, assista e interaja no chat. Precisamos, mais do que nunca, falar sobre isso.

#justiçaambiental #climatechange #criseclimática #emergênciaclimática #racismoambiental