Permaculturinha, conectando crianças à natureza

No próximo sábado, dia 25 de janeiro, das 9h30 às 11h, a permacultora Débora Didonê, do Canteiros Coletivos, estará com vivências lúdicas para crianças de como reflorestar cidades e como gerar adubo através de restos de alimentos. As práticas estão programadas para acontecer no quintal verdinho da Oca Infância Viva (R. Oswaldo Valente, 154, Itaigara). A proposta recebe o nome de Permaculturinha, inspirado termo permacultura (cultura permanente), surgido na Austrália para se referir a um modo de vida que respeita os ciclos do ecossistema utilizando recursos naturais disponíveis com equilíbrio, gerando menos resíduos e compartilhando excedentes. Dentre as práticas, este sábado engloba a produção de bombas de semente – uma estratégia divertida para reflorestar a cidade – e o manejo de um minhocário doméstico para a produção de adubo. “Através de vivências como essa, as crianças se relacionam desde cedo com os ciclos naturais e são inspiradas a se tornar adultas mais conscientes e sustentáveis, além de aprender a gerar menos resíduos”, diz Débora. A atividade pede a presença de um adulto responsável pela(s) criança(s). Link de inscrição: bit.ly/2tlIO0v (consulte o link na bio @canteiroscoletivos ou peça via contato@canteiroscoletivos.com.br).

O que: Permaculturinha – Conectando crianças à natureza
Quando: 25/01, das 9h30 às 11h
Inscrição: R$ 75 até 22/01. R$ 80 após.
Instagram: @canteiroscoletivos