Transformações coletivas – BIO Muito – 26/01/2020

Neste domingo (26), o caderno Muito, do jornal A Tarde, publicou uma bio muito delicada sobre a caminhada de Débora Didonê até o surgimento do Canteiros Coletivos, um movimento de intervenção urbana que hoje se desdobra em projetos socioambientais em bairros periféricos de Salvador, workshops e cursos, e ações coletivas de dentro de grandes empresas. Lembrar que cada um de nós carrega dentro de si uma potencialidade, e que acima de tudo somos indivíduos cheios de crises e de sonhos, é sempre importante. Que nos sintamos sempre motivados a seguir. Gratidão, Adriano Motta!